Comidas

Mãe de Anthony Bourdain morre aos 85 anos

O chef Anthony Bourdain, que se suicidou aos 61 anos, em 2018

Gladys Bourdain, mãe do chef e apresentador Anthony Bourdain, que se suicidou aos 61 anos, em 2018, morreu na semana passada em uma casa de repouso no Bronx, Nova York (EUA). A causa da morte não foi revelada.

Gladys foi uma das principais responsáveis pelo sucesso do filho: ela trabalhou por vários anos como redatora do jornal The New York Times e abriu as portas para que Anthony publicasse seu primeiro artigo, no qual contava os bastidores dos restaurantes de Nova York.

Leilão com objetos de Bourdain arrecada R$ 7,4 milhões
Documentário vai contar trajetória de Anthony Bourdain
HQ de Anthony Bourdain vai virar animação

O artigo não foi publicado no Times, mas na revista The New Yorker: Gladys conhecia Esther Fein, esposa de David Remnick, na época o novo editor da revista. Graças a esses contatos que Anthony conseguiu estrear como escritor.

Sucesso
Daí em diante, o resto, como se diz, é história. Na sequência, Anthony publicou o livro Cozinha Confidencial, em que contava outros casos dos bastidores da cozinha. O título ficou em primeiro lugar na lista dos livros mais vendidos do New York Times.

Seu próximo livro, Em Busca do Prato Perfeito, também foi sucesso de vendas e abriu as portas para ele estrelar programas de televisão. O primeiro foi A Cook’s tour, da Food Network, canal pago dos EUA. Depois, assinou com o Travel Channel e apresentou No Reservations, de 2005 a 2012.

Seu mais prestigiado programa, no entanto, foi Parts Unknonw, exibido entre 2013 e 2018 pela CNN, e que recebeu cinco prêmios Emmy de melhor série de não-ficção neste período.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana