Bebida

“Batcafé”: café mastigado por morcegos custa mais de R$ 1 mil/kg

Foto: iStock

da Redação da Menu

Às vezes não basta ter o melhor solo e as técnicas e equipamentos mais modernos de plantio, é preciso também uma ajudinha da natureza para obter um dos melhores cafés do mundo.

É o que acontece na província de Itasy, em Madagascar, cada vez mais famosa por seu café com saliva de morcego. Sim, você não leu errado. Antes de serem processadas, as cerejas de café são mastigadas por morcegos locais.

+Casal usa cocô de elefante para produzir gim na África do Sul
+Iogurte de gim-tônica não desce bem entre clientes do Reino Unido
+Saiba como preparar vários drinques à base de gim

A interação entre as enzimas presentes na saliva dos animais, a atmosfera local e as cerejas de café ajuda a produzir uma bebida com sabor mais intenso, duradouro e suave, segundo os produtores. O resultado é tão apreciado que a bebida é exportada para hotéis e restaurantes de luxo por 220 euros o quilo.

Esse, porém, não é o único caso de cafés com um toque “animal”. O variedade Kopi Luwak, da Indonésia, é famosa há anos por ser primeiro ingerida e depois evacuada por um animal conhecido como civeta, um tipo de gato local.

Na Tailândia há cafés que primeiro são ingeridos por elefantes, enquanto a Costa Rica tem um café similar ao de Madagascar, que primeiro é mastigado por morcegos.