Noticias

ONG cozinha para passageiros em quarentena por coronavírus

Até o momento, 328 pessoas já deixaram o navio e outras 500 devem ser liberadas nos próximos dias (Foto: iStock)

da redação da Menu

Criada em 2010 pelo chef espanhol radicado nos EUA José Andrés para ajudar a população do Haiti após um terremoto, a organização sem fins lucrativos World Central Kitchen está em uma nova missão: alimentar os passageiros e a tripulação do navio Diamond Princess, que estão em quarentena no porto de Yokohama (Japão) por causa do coronavírus.

A bordo da embarcação, que está atracada na cidade japonesa desde o dia 4 de fevereiro, foram registrados 542 casos do coronavírus. As refeições preparadas pela World Central Kitchen são complementares, pois quem tem a responsabilidade de alimentar passageiros e tripulantes é a Princess Cruises, dona do navio.

Chef José Andrés é indicado para o Prêmio Nobel da Paz
Chef espanhol José Andrés ganha prêmio Julia Child
Organização humanitária do chef José Andrés ajuda americanos afetados por terremoto

Dentro do navio, as pessoas são orientadas a permanecer em suas cabines. As refeições são deixadas na porta das habitações pela tripulação. Para aliviar o desconforto do confinamento, a Princess Cruises liberou para os passageiros acesso à internet, ligações ilimitadas para telefones e uma seleção de filmes.

Até o momento, 328 pessoas já deixaram o navio e outras 500 devem ser liberadas nos próximos dias. Quando partiu do Japão em 20 de janeiro, a embarcação transportava 3.711 pessoas. Ainda não há previsão para o desembarque dos passageiros e tripulantes remanescentes.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana