Noticias

Ambev e catadores vão recolher lixo de blocos de Carnaval

Cerca de 2,8 mil catadores vão recolher lixo de blocos de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife (Foto: iStock)

da redação da Menu

Com cada vez mais pessoas nos blocos de Carnaval em todo o País – cerca de 26 milhões de pessoas são esperadas nas ruas –, cresce também o lixo gerado quando a festa acaba, como latinhas, garrafas plásticas e de vidro e papéis.

Neste ano, porém, a limpeza vai receber uma ajuda da Ambev e de catadores de lixo, que se uniram para recolher o lixo após a passagem dos bloquinhos em cinco cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife.

+Guia Michelin cria selo para restaurantes sustentáveis
+Insetos comestíveis são alternativa para combater aquecimento global
+McDonald’s da Alemanha testa loja-conceito sem uso de plástico

Em parceria com a Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ancat), à agência MAP, à Boomerang e prefeituras, a fabricante de cervejas vai mobilizar 2,8 mil catadores para recolher os resíduos deixados pelos foliões. Os parceiros receberão sacos adequados para o trabalho e terão pontos de apoio, com hidratação e banheiros.

Como incentivo, os catadores vão receber um pagamento pelos dias trabalhados, além de remuneração extra pela quantidade e tipo de materiais recolhidos. A Ambev também se compromete a reciclar todo o material coletado e, com parte deles, irá produzir lixeiras públicas que serão instaladas nessas cidades.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana