Noticias

Ciência explica como fazer o arroz frito perfeito

Foto: iStock

da redação da Menu

Arroz frito é uma das comidas de rua mais populares da cozinha asiática, onde arroz cozido é misturado com os ingredientes à mão – cada lugar tem sua receita, com porco, camarão, frango e legumes variados.

Embora pareça fácil de fazer, há alguns segredos: o prato deve ser feito em uma wok (panela côncava) bem quente e o arroz deve ser mexido constantemente, para não queimar.

+Restaurante na Malásia serve apenas “comida de avião”
+McDonald’s japonês lança ‘McGohan’, com arroz no lugar do pão
+Receita de arroz de cupim

Hungtang Ko e David L. Hu, dois pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Georgetown (EUA), no entanto, avaliaram as variáveis envolvidas no preparo da receita para descobrir se existe um jeito perfeito – e menos doloroso – de fazer arroz frito.

Isso porque, entre os chefs entrevistados, 64,5% relataram ter dores no ombro por ficarem mexendo constantemente o arroz. De acordo com o estudo, cozinheiros profissionais mexem o arroz quase três vezes por segundo.

O movimento é similar ao de uma gangorra, com a panela sendo inclinada para cima e os ingredientes são empurrados para cima, fazendo com que eles deslizem e não queimem. Segundo os pesquisadores, a técnica está correta, mas é possível obter os mesmos resultados mexendo um pouco menos o arroz.

Com cálculos matemáticos complexos, a pesquisa também pode ser usada para desenvolver equipamentos e até robôs que ajudem os chefs a prepararem a mesma receita sem fazer tanto esforço. “Lesões nos ombros são comuns entre cozinheiros chineses. Esperamos que o estudo ajude a reduzir o problema”, afirmam os pesquisadores.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana