Noticias

Suíços vencem Campeonato Mundial de Queijos de 2020

Queijo envelhece em cavernas nas montanhas por 24 meses (Foto: World Cheese Championship Contest)

da redação da Menu

Desde 1957, a cada dois anos, produtores do mundo inteiro se reúnem na cidade de Madison, no Estado de Wisconsin (EUA) para participar do Campeonato Mundial de Queijos, que, além de eleger os melhores queijos do mundo (claro), também avaliam manteigas e iogurtes.

Neste ano, os jurados avaliaram cerca de 3.700 queijos, produzidos em 26 países, em três dias. E o vencedor de melhor queijo do ano foi um gruyère produzido na cidade de Berna, na Suíça.

+Aprenda a fazer torta de cebola com molho quatro queijos
+Polícia dos EUA prende ladrão de queijos e bebidas
+Veja como fazer bolinho de arroz com queijo da Serra da Canastra

O Gourmino Le Gruyère AOP é feito pelo mestre-queijeiro Michael Spycher, da empresa Mountain Dairy Fritzenhaus, para a Gourmino AG. Ele obteve 98,81 pontos de um total de 100.

É feito com leite de vaca e tem sido produzido por mais de 900 anos na região ao redor da cidade de Gruyère. Spycher segue a receita tradicional e envelhece os produtos em cavernas nas montanhas por 24 meses antes de levá-los aos mercados.

Também houve premiações para cada tipo de queijo inscrito, como cheddar, american cheese, gorgonzola, parmesão e outros. A lista completa você confere no site oficial da competição.