Noticias

Coronavírus não é transmitido por alimentos, diz agência europeia

OMS pede para que carnes malpassadas sejam evitadas e que outros alimentos sejam muito bem cozidos antes de serem servidos (Foto: iStock)

da redação da Menu

Com a pandemia de coronavírus em curso, uma dúvida que costuma surgir é se os alimentos podem ser contaminados durante o preparo ou por pessoas que entraram em contato com produtos expostos, como frutas e legumes em um supermercado.

A resposta, de acordo com a Agência Europeia de Segurança Alimentar (AESA), é que até o momento “não há evidência de que alimentos sejam uma fonte ou rota de transmissão” do covid-19.

+Feira da Foda em Portugal é cancelada por causa do coronavírus
+Corona perdeu US$ 170 milhões por causa do coronavírus
+Por coronavírus, paradas de St. Patrick são canceladas

Em um comunicado, Marta Hugas, cientista-chefe da AESA, disse que também não houve contaminação por alimentos em epidemias causadas por vírus semelhantes, como as gripes aviária e suína. A agência disse que está acompanhando a situação de perto e divulgará novas informações caso haja risco de contaminação por meio da comida.

Segundo o Centro Europeu para Controle e Prevenção de Doenças, o vírus é transmitido de pessoa para pessoa, por meio de gotículas emitidas após alguém tossir, espirrar ou respirar.

Apesar de comida não ser fonte de contaminação do coronavírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pede para que carnes malpassadas sejam evitadas e que outros alimentos sejam muito bem cozidos antes de serem servidos, além de recomendar a higienização correta das mãos e das áreas de trabalho.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana