Noticias

Saiba como evitar o coronavírus em bares e restaurantes

Foto: iStock

da redação da Menu

Até o momento, as autoridades brasileiras confirmaram cerca de 150 casos de pessoas contagiadas com o novo coronavírus, o covid-19. Apesar de o número ser relativamente baixo, isso não impede que a população fique preocupada, com pessoas estocando alimentos, empresas liberando funcionários para trabalharem em casa e menos gente circulando.

A situação ainda não chegou ao ponto de esvaziar as ruas (e esperamos que não chegue), o que pode levar a bares, restaurantes e outros comércios sem clientes, causando prejuízo em toda a economia. De qualquer forma, vale a pena tomar alguns cuidados para evitar ser exposto ao vírus, que destacamos a seguir.

+Coronavírus não é transmitido por alimentos, diz agência europeia
+Feira da Foda em Portugal é cancelada por causa do coronavírus
+Por coronavírus, paradas de St. Patrick são canceladas

Pense se é necessário sair de casa
Em coletiva de imprensa realizada ontem, o governador de São Paulo, João Dória, afirmou que “neste momento não há razão para pânico ou medidas extremadas”. Mas se você apresenta sintomas de gripe ou resfriado ou faz parte do grupo considerado de risco (pessoas com mais de 60 anos, diabéticos e cardíacos), ficar em casa é a melhor ideia, de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Evite bares e restaurantes cheios
Estabelecimentos com muitas pessoas, especialmente em horários de pico, como almoço e jantar, podem aumentar as chances de exposição ao vírus. Tente escolher um horário mais tranquilo para comer e dê preferência a lugares que tenham mesas mais distantes umas das outras. Procure também manter distância das pessoas: isso evita que você contraia o vírus o espalhe a doença, caso esteja contagiado, mas não apresente sintomas.

Evite restaurantes self-service e bufês
Nesse caso, o problema não é a comida, que não transmite o novo coronavírus. O problema são as filas que se formam em torno da comida – e a proximidade com outras pessoas aumenta o risco de exposição ao covid-19. O ideal é que garçons sirvam os pratos nesses restaurantes, pelo menos enquanto a situação não é controlada.

Não divida a comida e utensílios
O hábito de compartilhar petiscos, especialmente em bares, deve ser evitado, de acordo com a OMS, que também recomenda não dividir copos, taças e talheres.

Aposte no delivery
A razão é óbvia: você não entra contato com outras pessoas em restaurantes ou supermercados. Depois de receber os pedidos, porém, é importante lavar bem as mãos antes de comer.

Cozinhe em casa
Mesmo que você não seja um exímio cozinheiro, essa pode ser a hora de aprender truques novos. E aqui na Menu temos várias receitas para você se inspirar.

Lave as mãos, sempre
De acordo com a OMS, lavar as mãos com frequência com água e sabão por pelo menos 20 segundos ainda é a melhor maneira de matar os vírus que podem estar alojados em suas mãos. Caso não seja possível, use álcool gel. Além disso, evite tocar o rosto, pois a boca, nariz e os olhos são portas de entrada para o coronavírus, caso suas mãos estejam contaminadas.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana