Noticias

Governo de SP manda fechar bares e restaurantes por 15 dias

Foto: iStock

da redação da Menu

O governador de São Paulo (SP), João Doria, anunciou durante coletiva de imprensa neste sábado (21) que será decretada quarentena no Estado de São Paulo por 15 dias, para conter o avanço do coronavírus. A quarentena poderá ser prorrogada caso o governo ache necessário.

Bares, cafés, padarias, restaurantes e outros serviços considerados não-essenciais estão proibidos de abrir as portas entre os dias 24 de março e 7 de abril, mas poderão vender seus produtos por delivery.

+Burger King e Popeyes também vão fechar salões no Brasil
+Coronavírus: chefs de São Paulo doam excesso de alimentos
+Reino Unido determina o fechamento de pubs e restaurantes
+iFood vai ajudar pequenos restaurantes com R$ 50 milhões

“As padarias ficam proibidas de vender alimentação preparada em seus interiores e devem recorrer ao serviço de entrega como os demais estabelecimentos citados”, disse Doria, durante a coletiva.

Segundo o governador, só devem funcionar no estado serviços essenciais, como hospitais, clínicas odontológicas, supermercados, padarias e açougues. Bares, cafés e restaurantes deverão ter seus serviços suspensos.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana