Noticias

Aprenda a usar o freezer como aliado durante a quarentena

Foto: iStock

por Pedro Marques, da Menu

Nesses tempos de incerteza, é fácil se preocupar e comprar mais do que o necessário em uma visita ao supermercado. Especialistas explicam que estocar comida e outros itens (como papel higiênico) não é a solução, pois pode privar outras pessoas de itens essenciais e fazer o preço deles subir.

No caso dos alimentos, o mais importante é comprar apenas aqueles que de fato serão usados e aproveitá-los ao máximo. E o freezer é um “grande aliado para essa situação que estamos passando”, afirma o chef Fernando Martins, da A Torteria, especializada em tortas (claro), que também são vendidas congeladas.

+Saiba como higienizar compras de delivery e de supermercado
+Chef Gordon Ramsay ensina como a lavar as mãos em vídeo
+Rita Lobo dá dicas e ensina receitas em lives no Instagram

“As pessoas costumam guardar as comidas no freezer e esquecer delas, só vão lembrar quando limpam a geladeira. Mas o congelamento é uma boa maneira de evitar o desperdício”, diz. Para ele, o segredo é saber o que congelar. “Não é tudo que você vai sair colocando no freezer. Algumas coisas ficam mesmo diferentes”, diz. A seguir ele traz algumas dicas para facilitar sua vida ao usar o eletrodoméstico.

Embalagens
O chef indica usar potes com tampa ou sacos de plástico com fecho, dependendo do alimento. “Para ervas e temperos, prefiro colocá-los em vasilhas de plástico pequenas”, sugere. Já comidas prontas e molhos sem derivados de leite podem ser guardados em recipientes maiores ou em sacos plásticos, que ocupam menos espaço.

Folhas e leite, não!
Alface, agrião, rúcula e similares não devem ser congelados, pois o frio “mata” essas verduras. Derivados de leite (creme de leite, manteiga, iogurte, etc.) e pratos feitos com esses ingredientes, como um estrogonofe, também não vão ao freezer, pois talham com as baixas temperaturas.

Ervas frescas, sim!
O freezer é uma boa saída para evitar o desperdício de temperos como manjericão, salsinha, alecrim e afins. “Muitas vezes a gente compra um maço de salsinha para fazer uma receita e sobra. Para não perder, é só higienizar bem e deixar secar em papel toalha. Depois, é só colocar em um pote e guardar para usar depois”, explica.

Congele coringas
Segundo Martins, vale a pena preparar molhos sem derivados de leite e caldos (de legumes, carne, etc.) e deixá-los no freezer para facilitar a vida. “Molho de tomate fica muito bem congelado. Quando quero cozinhar uma massa, é só tirar e usar”, diz. Pães também ficam bem. “No caso de pães grandes, o ideal é fatiá-los antes de levar pro freezer. Aí você vai tirando as fatias na medida que vai usando.”

Carnes marinadas
Quer um almoçou ou jantar sem muito esforço? Coloque um corte de carne bovina, suína ou de ave em um recipiente, acrescente uma marinada – pode ser com azeite, vinagre e os temperos de sua preferência – e guarde no freezer. Depois, é só descongelar e levar ao fogo.

Recomendações gerais
– Espere as comidas esfriarem antes de guardá-las no freezer.
– Cole etiquetas nos recipientes. Fica mais fácil saber o que está armazenado.
– Descongele as comidas de um dia para o outro, sempre dentro da geladeira.

A Torteria
Rua Sabará, 585, Higienópolis, São Paulo
(11) 94594-3042

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana