Noticias

Dono do Le Coq Hardy, restaurante que revelou Jacquin, morre aos 91 anos

Foto: Divulgação

da redação da Menu

Morreu aos 91 anos, no último dia 15, o restaurateur italiano Vincenzo Ondei. Apesar da origem italiana, Ondei foi o responsável por inaugurar, em 1977, o Le Coq Hardy, uma das principais casas de comida francesa de São Paulo.

O endereço, que fechou em 2009, se destacou por apostar no modelo de restaurante de francês mais formal– ao contrário de outros endereços paulistanos que investiam no modelo de bistrô, como o La Casserole e o Marcel (ambos continuam funcionando).

+Mulher morre após tomar vinho batizado com MDMA na Bélgica
+Chef de 59 anos morre de covid-19 em Nova Jersey
+Chef que reinventou cozinha inglesa morre aos 78 anos

Durante a década de 1980, Ondei viu outros restaurantes trazerem chefs franceses para comandar suas cozinhas, caso do Roanne, inaugurado pelo chef Claude Troisgros e que, em seguida, foi capitaneado por Emmanuel Bassoleil.

Foi na década de 1990, porém, que Ondei apostou numa revitalização completa de seu empreendimento. Em 1994, ele transferiu sua casa para a então balada rua Amauri (que vem recuperando o glamour nos últimos tempos) e, logo depois, trouxe o francês Erick Jacquin para chefiar seu restaurante.

O hoje jurado do MasterChef Brasil trabalhou lá entre 1995 e 1999 e essa fase foi considerada brilhante por vários críticos de restaurante da época. Em 2007, Ondei tentou levantar o Le Coq Hardy com mais uma reformulação, quando contratou o chef francês Pascal Valero, do Grand Hyatt.

Dessa vez, no entanto, a manobra não surtiu o mesmo efeito e o Le Coq Hardy fechou suas portas em 2009, por causa do alto custo de operação e baixo movimento, e Ondei vendeu o ponto.

Erick Jacquin, pelo Instagram, escreveu uma mensagem para o antigo patrão. “Até logo meu grande amigo, meu segundo pai. Muita saudade de você. Família, contem comigo. Te amo, sr. Ondei.”

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana