Noticias

Chefs pedem US$ 120 bi para socorrer restaurantes dos EUA

Foto: iStock

da redação da Menu

A pandemia de coronavírus pode levar ao fechamento de até 80% dos restaurantes dos Estados Unidos que não fazem parte de alguma grande rede, segundo a Coalizão de Restaurantes Independentes (CRI), formada há apenas cinco semanas por chefs e donos de estabelecimentos daquele país.

+Restaurantes dos EUA já demitiram 8 milhões de trabalhadores
+Bares e restaurantes já demitiram mais de 900 mil no Brasil
+Instagram vai lançar ferramenta de doação para restaurantes

Formada por nomes importantes da gastronomia norte-americana, como o chef José Andrés (premiado por seu trabalho beneficente com a ONG World Central Kitchen) e o chef e apresentador de TV Andrew Zimmern, a coalizão está pressionando o Congresso norte-americano a criar um fundo de US$ 120 bilhões para ajudar os pequenos restaurantes.

Segundo a associação, o plano de ajuda financeira concebido pelo governo federal está chegando a grandes redes, mas estabelecimentos independentes estão com dificuldade pra conseguir os empréstimos prometidos.

A CRI afirma que apenas 9% dos pequenos restaurantes conseguiram ter seus financiamentos aprovados, embora o setor tenha registrado 60% de todas as demissões nos EUA em março.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana