Noticias

Participante do MasterChef Espanha é expulsa após servir ave com penas

A ave servida pela competidora Saray aos jurados do MasterChef Espanha (Reprodução)

da redação da Menu

Pratos que deram muito errado fazem parte da diversão do programa MasterChef não só no Brasil, mas também em outros países onde é gravado, dos Estados Unidos à Austrália. Uma participante da edição espanhola do reality show, porém, passou do limite e protagonizou um show de horrores.

No episódio de ontem do MasterChef Espanha, a competidora Saray, descrita na página oficial do programa como “mulher, transexual e cigana” e uma “completa montanha-russa”, serviu uma perdiz cru e ainda com as penas – o que levou a uma briga com um dos jurados e à sua expulsão do programa.

+Chef Henrique Fogaça cogita fechar um restaurante
+Jurados do MasterChef Brasil se rendem ao delivery
+Edição do MasterChef com celebridades pode ficar para 2021

“Entendo que não queira cozinhar. Mas isso é uma falta de respeito a mim, a seus companheiros, ao programa e a aos 28 mil candidatos que tentaram entrar”, disse Jordi Cruz, um dos jurados do reality show.

A concorrente tentou argumentar, mas não conseguiu. “Não se atreva a abrir a boca. Nos equivocamos muito contigo. Este programa se equivocou. Creio que é a vez que mais nos equivocamos na história do programa de deixar alguém entrar aqui”, acrescentou Cruz.

Depois de sair do programa, Saray afirmou que serviu a ave crua e com penas como protesto. “Eu estava brava, com muita raiva. Queriam que eu arrancasse as penas da ave como uma cadela?”, voltou a reclamar a, agora, ex-competidora. Confira abaixo como foi a eliminação.

 

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana