Noticias

Venda de queijos na França despenca 60% com quarentena

Foto: iStock

da redação da Menu

Impossível pensar na cozinha francesa sem lembrar das centenas de variedades de queijos produzidas no país. A quarentena adotada para controlar a pandemia de coronavírus, porém, está ameaçando os produtores do setor.

Segundo o Conselho Nacional de Apelação de Origens Leiteiras (CNAOL), entidade que certifica a qualidade dos produtos lácteos, as vendas de queijo despencaram 60% entre os dias 17 de março e 10 de abril, resultando na sobra de 5 mil toneladas do produto no país.

+França vai jogar fora 10 milhões de litros de cerveja
+Associação pede para Bélgica dobrar consumo de batatas
+Coronavírus pode reduzir produção de cervejas nos EUA

“As pessoas mudaram seus hábitos e estão se voltando para necessidades básicas”, disse Michel Lacoste, presidente da CNAOL, por meio de comunicado. “Por isso pedimos para que comam queijo e nos ajudem a manter vivas a cultura e as tradições francesas”, acrescentou.

Além do prejuízo, Lacoste disse que a sustentabilidade do setor está em risco e pode ter graves consequências em algumas áreas rurais, onde a produção de queijo é a principal atividade econômica.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana