Noticias

Rede de padarias Le Pain Quotidien pede falência nos EUA

Foto: iStock

da redação da Menu

A empresa responsável pela rede de padarias Le Pain Quotidien nos Estados Unidos pediu falência nesta quarta-feira e revelou planos que suas lojas sejam vendidas para uma rede de restaurantes norte-americana, a Aurify Brands.

De acordo com reportagem do jornal USA Today, se a venda for aprovada, pelo menos 35 dos 98 restaurantes da marca nos EUA continuarão abertos. O restante deverá ser fechado permanentemente. Com isso, a empresa deve demitir 1.500 de seus 2.500 funcionários.

+Com restaurantes fechados, ratos ficam mais agressivos nos EUA
+Restaurantes da Vila Olímpia farão ato por ajuda financeira
+Bares e restaurantes demitiram mais de 2 milhões no Brasil

Os planos para vender a marca nos EUA começaram antes da pandemia de coronavírus. A empresa alegou que a concorrência com outras marcas reduziu a margem de lucro da empresa. A pandemia agravou a situação, já que a empresa não tem um sistema de delivery de pedidos online.

Criada na Bélgica na década de 1990, a rede abriu seu primeiro ponto nos EUA em 1997 e chegou a ter cerca de 300 unidades no país. A marca tem 10 lojas no Estado de São Paulo, que continuam funcionando por delivery.

A reportagem da Menu entrou em contato com a empresa para saber se a falência nos EUA terá algum impacto na operação brasileira, mas ainda não obteve resposta. Acrescentaremos as informações assim que elas forem enviadas.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana