Noticias

Brasileiros estão comendo mais sanduíches na quarentena

Foto: iStock

da redação da Menu

Tem horas que chega a ser exaustivo conciliar as tarefas domésticas, que aumentaram por causa da quarentena, com o trabalho em casa e outras atividades do dia a dia. Por isso, os brasileiros aumentaram o consumo de sanduíches e reduziram o tempo de preparo das refeições, de acordo com pesquisa da consultoria Kantar.

De acordo com a nova edição do Consumer Insights da Kantar, houve um crescimento de 34% no consumo de sanduíches no País no período de de 16 de março a 10 abril, em comparação ao de 17 de fevereiro a 15 de março, antes de a quarentena ser decretada por prefeitos e governadores brasileiros.

+44% dos clientes devem evitar restaurantes no pós-pandemia
+Vegetarianos tendem a ser mais magros e introvertidos, diz estudo
+30% dos restaurantes podem fechar em definitivo, diz Abrasel

O estudo afirma ainda que refeições mais rápidas, com preparo de até 20 minutos, estão sendo priorizadas. Mas cada região do Brasil tem suas preferências por pratos rápidos: o cuscuz faz sucesso no Nordeste, enquanto massas se destacam no Sudeste.

Pela praticidade, o delivery também ganhou força. Entre aqueles que pediram comida, 53% fizeram pedidos de 2 a 3 vezes por semana. E o hábito de receber comida pronta veio para ficar: 19% dos que aderiram ao serviço disseram que pedirão mais do que antes da crise causada pelo coronavírus.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana