Noticias

Taco Bell demite funcionário por apoio a movimento negro

Foto: iStock

da redação da Menu

A morte de George Floyd, ex-segurança negro assassinado pelo policial Derek Chauvin, da cidade de Minneapolis, no Estado de Minnesota, no começo do mês, deflagrou uma onda de protestos no Estados Unidos. No dia a dia, milhões de pessoas estão se manifestando como podem a favor do movimento “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam).

O apoio à causa, no entanto, não está sendo bem recebido por todos. Na semana passada, Denzel Skinner, 29 anos, afirmou em um vídeo postado nas redes sociais que foi demitido de uma loja da rede de fast-food Taco Bell por usar uma máscara com os dizeres “Black Lives Matter”. Ele trabalhou na loja por oito anos.

“Isso é maluco. Estou perdendo meu emprego por causa de uma máscara do ‘Black Lives Matter'”, disse Skinner no  vídeo, que até o momento já teve 44 mil visualizações.

+Garçonete se recusa a usar máscara em apoio a Trump e é demitida
+Cervejarias dos EUA lançam rótulo contra preconceito racial
+Funcionários de restaurante dos EUA se recusam a cozinhar para policiais

No começo do vídeo, é possível ver outra funcionária da loja dizendo a Skinner que as máscaras deveriam ser “neutras”. “Você não pode fazer política dentro da loja”, afirmou a mulher, que aparentemente era chefe de Skinner.

Ela mandou Skinner usar outra máscara, mas ele se recusou e ela o demitiu. “Você disse que não iria tirar a máscara. Bem, então não há nada que eu possa fazer por você”, disse. O agora ex-funcionário respondeu que não acataria o pedido pois estava “se posicionando a favor do que é correto”.

Segundo o ex-funcionário da Taco Bell, a rede comunicou que o uso de máscara era obrigatório, mas não mencionou nada a respeito de estampas ou mensagens.

Em comunicado ao jornal norte-americano USA Today, a companhia disse que entrou em contato com Skinner para “se desculpar e discutir a situação”. “Nossas regras não proíbem o uso de máscaras em apoio ao movimento Black Lives Matter, mas vamos trabalhar para esclarecer a situação e evitar que isso não aconteça novamente”, acrescentou a Taco Bell.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana