Noticias

Homem entra sem máscara em supermercado e é morto a tiros

Foto: iStock

da redação da Menu

Uma discussão por causa do uso de máscara de segurança dentro de um supermercado da cidade de Vacaria, na região da Serra Gaúcha (RS), levou a uma briga entre dois homens: um deles foi esfaqueado duas vezes e o outro foi baleado e morreu, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

O triste episódio aconteceu no sábado passado, quando Aldori Somavilla Cardoso, 36, tentou entrar no estabelecimento sem máscara, mas foi advertido pelo gerente, que não teve seu nome revelado. Cardoso então conseguiu entrar sem ser visto e começou a fazer suas compras.

+Clientes se recusam a usar máscaras e atacam funcionários de supermercados
+Taco Bell demite funcionário por apoio a movimento negro
+Garçonete se recusa a usar máscara em apoio a Trump e é demitida

Ao se dirigir ao caixa, porém, o gerente voltou a pedir para Cardoso usar um máscara. O cliente novamente se recusou a usar o equipamento de segurança e começou a discutir com o gerente. No meio da discussão, Cardoso esfaqueou o gerente em dois lugares, no tórax e no abdômen.

Apesar de ferido, gerente ainda teve tempo de sacar um revólver calibre 38 e atirar contra o agressor, que foi atingido no tórax e caiu na entrada do estabelecimento. Cardoso chegou a ser socorrido, mas não sobreviveu. O gerente continua hospitalizado

Mesmo ferido, o gerente conseguiu sacar um revólver calibre 38 e atirar em direção ao seu agressor. Um dos tiros atingiu Cardoso no tórax – ele caiu na entrada do supermercado, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Já o gerente, de acordo com a polícia de Vacaria, continua hospitalizado.

Cardoso tinha antecedentes criminais por brigas de trânsito e ameaças. O gerente tinha porte de armas e não tem antecedentes criminais. O uso de máscaras é obrigatório no Rio Grande do Sul para conter a pandemia de coronavírus.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana