Noticias

Saiba como frequentar bares e restaurantes com segurança

Foto: iStock

da redação da Menu

Na próxima segunda-feira (6), bares e restaurantes da cidade de São Paulo voltarão, de maneira limitada, a abrir suas portas para o público. Os estabelecimentos terão que reduzir o número de mesas e terão horários restritos de funcionamento. Mas será que é seguro voltar a almoçar ou tomar uma cerveja com os amigos fora de casa?

De acordo com especialistas consultados pela National Public Radio, veículo norte-americano sem fins lucrativos, ficar em casa ainda é a melhor maneira de evitar a contaminação pelo novo coronavírus e sua propagação.

+Bares e restaurantes de SP poderão reabrir na segunda-feira
+44% dos clientes devem evitar restaurantes no pós-pandemia
+35% dos bares e restaurantes do Brasil encerraram as atividades

Se você tem familiares ou amigos com doenças pré-existentes ou que façam parte do grupo de risco, o melhor é evitar sair, diz o médico Abraar Karan, da Escola de Medicina de Harvard, mesmo que ninguém apresente os sintomas da covid-19, como é chamada a doença causada pelo vírus.

Para quem não tem opção a não ser comer fora de casa ou quer muito voltar a frequentar bares e restaurantes, a recomendação é procurar restaurantes com mesas ao ar livre, de acordo com Karan. O risco de contaminação é muito menor, pois o coronavírus se dispersa rapidamente no ar, explica o médico.

Além disso, é preciso prestar atenção nas medidas de segurança corretas: os estabelecimentos têm que fornecer álcool gel, limpar frequentemente mesas e cadeiras e os garçons e a equipe da cozinha precisam usar máscaras o tempo inteiro.

No caso de bares e restaurantes com mesas apenas em seus interiores, o ideal é que os salões sejam amplos, bem ventilados e com bastante espaço entre as mesas, orienta Mark Kortepeter, professor de epidemiologia da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Nebraska.

Ao fazer os pedidos, Kortepeter recomenda que sejam escolhidos pratos quentes no lugar de comidas frias, como saladas ou sushi – vários estudos afirmam que o coronavírus não é transmitido por alimentos, mas pode haver riscos de transmissão durante o preparo e transporte por outras pessoas, especialmente em comidas cruas.

Em todas as situações, os dois especialistas lembram que é fundamental ter um frasco de álcool gel à mão, usar máscara e manter distância de outras pessoas sempre que possível.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana