Bebida

Espanha prende quadrilha internacional de falsificação de vinho

Foto: iStock

da redação da Menu

Assim como acontece com os azeites, a falsificação de vinhos é mais comum do que se imagina. Os criminosos sabem que é difícil identificar produtos adulterados e se aproveitam disso para enganar os consumidores.

Mas volta e meia eles deixam algum rastro e são descobertos. Foi assim que a polícia da Espanha conseguiu desmantelar um esquema internacional de falsificação de vinhos raros e conhaques que faturou mais de 100 milhões de euros.

+Aprenda a identificar azeites falsificados ou com defeitos
+Polícia apreende 100 mil vidros de azeite falsificado na Grande SP
+Mulher morre após tomar vinho batizado com MDMA na Bélgica

A princípio, as autoridades desconfiaram dos rótulos e dos nomes dos produtos, nem sempre iguais aos dos vinhos e conhaques originais.

De acordo com o site “The Drinks Business”, as investigações começaram em 2018 e identificaram cerca de 60 empresas de sete países (Espanha, Holanda, Áustria, Bélgica, França, Moldávia e Rússia) envolvidas no esquema.

Os falsários usavam glucose (xarope de milho) e outros ingredientes para produzir as bebidas. Mais de 30 pessoas foram presas, incluindo os líderes da quadrilha, que estavam na Espanha. Durante as buscas ainda foram encontrados carros de luxo e armas ilegais.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana