Noticias

Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

Foto: iStock

da redação da Menu

Desmond Armond Joshua, 22, funcionário de uma loja do Burger King na Flórida, foi morto a tiros no sábado à noite por motivo torpe: o atraso em um pedido feito no drive-thru da unidade.

O incidente aconteceu após uma cliente, que não foi identificada, começar a reclamar do atraso no pedido, segundo ela uma demora exorbitante. Ela foi reembolsada pelos funcionários da loja, que pediram para que ela se retirasse do local.

+Chef passa no drive-thru do McDonald’s e contrata cozinheiros
+Jovem é presa por desovar corpo em loja do McDonald’s
+Homem entra sem máscara em supermercado e é morto a tiros

Enfurecida, ela ligou para seu namorado, Kelvis Rodriguez-Tormes, 37, que foi ao restaurante tirar satisfação com Joshua. De acordo com testemunhas, Rodriguez-Tormes começou a brigar com o funcionário do Burger King e começou a enforcá-lo.

Outras pessoas presentes no local apartaram a briga, que aconteceu no estacionamento da unidade. Mas Rodriguez-Tormes não ficou contente e buscou uma arma em seu carro, que usou para balear o funcionário do Burger King.

Rodriguez-Tormez foi preso em flagrante e acusado por homicídio doloso (quando há intenção de fazer mal à vítima), destruição de provas e posse de arma por um condenado em custódia.

Em nota, a rede de fast-food lamentou o ocorrido e afirmou que prestará todo o apoio possível aos familiares e entes queridos de Desmond Armond Joshua.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana