Noticias

Bares e restaurantes de São Paulo poderão funcionar até 22h

Foto: iStock

da redação da Menu

O governo de São Paulo liberou nesta quarta-feira (5) o funcionamento de bares, restaurantes e outros estabelecimentos de alimentação fora do lar até 22h. O setor ficou com as portas fechadas por meses por causa da pandemia de covid-19 e o retorno gradual das atividades foi liberado recentemente.

+Saiba como frequentar bares e restaurantes com segurança
+Mais de 150 bares e restaurantes de SP quebraram regras para reabertura
+59% dos bares e restaurantes de SP não vão reabrir agora

“O Centro de Contingência constatou que não houve impacto negativo nos indicadores (de aumento de casos de coronavírus) com a retomada gradual do consumo em restaurantes”, afirmou o governador João Doria (PSDB), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

A liberação poderá ser adotada apenas nas cidades que estão há mais de 14 dias consecutivos na fase amarela. É o caso da capital paulista, que poderá reabrir seus bares e restaurantes assim que o decreto for assinado, o que deve acontecer nesta quinta-feira (6).

Anteriormente, os estabelecimentos só poderiam funcionar seis horas por dia e eram obrigados a fechar as portas às 17h. As regras já estabelecidas para o funcionamento dos comércios de alimentação seguem iguais: a ocupação máxima continua sendo de 40%, assim como o uso de máscaras enquanto o cliente circula pelo estabelecimento, entre outras.

De acordo com Doria, o Estado de São Paulo tem mais de 200 mil estabelecimentos de consumo de alimentos e o segmento é responsável por 800 mil empregos.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana