Noticias

Escócia vai proibir músicas em bares para conter o coronavírus

Foto: iStock

da redação da Menu

Música é parte importante para quem vai a um bar ou restaurante – em muitas casas, aliás, shows são uma das principais atrações, nem que seja um banquinho e violão.

+Pub instala cerca elétrica para reforçar distanciamento social
+Inglesa constrói versão reduzida de pub no quintal de casa
+Com shows ao vivo, pub virtual tem mais de 14 mil clientes

Mas não é o que pensa o governo da Escócia: as autoridades do país decidiram proibir a execução de canções no estabelecimentos, com o objetivo de conter novo coronavírus.

Com o som alto, dizem as autoridades sanitárias escocesas, as pessoas são obrigadas a falar muito alto e/ou se aproximar demais de outros clientes para conseguir conversar.

Além disso, a música alta pode fazer com que as pessoas saiam cantando (!) e com isso facilitem a transmissão da covid-19. “Isso representa um risco elevado de transmissão e precisa ser contido”, disseram as autoridades por meio de um comunicado.

Obviamente, os donos de pubs e restaurantes não ficaram felizes com as novas orientações. James Thomson, dono do bar The Witchery by the Castle, em Edimburgo, considera a proibição “ridícula”. “As pessoas querem ir para um bar, não para uma biblioteca”, disse Thomson em entrevista à BBC.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana