Noticias

Mulher é presa por chamar funcionária de restaurante de ‘macaca’

Foto: iStock

da redação da Menu

Uma mulher de 32 anos foi presa na sexta-feira passada (28), no Aeroporto Internacional de Confins, região metropolitana de Belo Horizonte, por ter chamado uma funcionária de um restaurante no local de “macaca bunduda”.

A mulher também agrediu os policiais militares com mordidas e cabeçadas, de acordo com reportagem do site “Metrópoles”.

+Após ser acusada de racismo, Dogma retira cerveja de circulação
+Cervejaria negra de Porto Alegre é alvo de ataques racistas
+Casal dos EUA encontra suástica feita de pepperonis em pizza

Segundo o boletim de ocorrência, a princípio a mulher se desentendeu com a trabalhadora e a chamou de “piranha”. A funcionária do restaurante pediu para que ela parasse e foi então que a suspeita a chamou de “macaca bunduda”.

A vítima, de 28 anos, foi até um posto policial e relatou o episódio. Ela foi seguida pela mulher que a ofendeu e, segundo o registro da PM, passou a ficar mais alterada e começou a ofender os militares.

A suspeita afirmou ser filha de policial e ainda ameaçou os agentes, dizendo que tiraria “sangue” deles. Os policiais deram voz de prisão por desacato. Nessa hora a mulher tentou correr, mas foi imobilizada e algemada. Foi então que ela mordeu e agrediu os policiais.

A agressora estava com os três filhos pequenos e o Conselho Tutelar foi chamado ao local. As crianças foram encaminhadas a um responsável. A suspeita foi levada para à Delegacia de Polícia Civil de Vespasiano.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana