Noticias

Defensores de Olavo de Carvalho pedem boicote ao iFood

Foto: iStock

da redação da Menu

Desde ontem, milhares de pessoas estão usando a hashtag #BoicoteiFood, publicada mais de 75 mil vezes, para protestar contra a decisão do iFood de remover seus anúncios das páginas na internet e nas redes sociais de Olavo de Carvalho, guru da extrema-direita.

+Campanha nas redes sociais pede boicote à rede Coco Bambu
+iFood é condenado a indenizar cliente que recebeu pedido com barata
+Mau humor de Jacquin é destaque do 6º episódio do MasterChef

O app de delivery anunciou a decisão na quarta-feira (2), após denúncia do perfil Sleeping Giants Brasil, que pressiona empresas a não financiar, por meio de publicidade, páginas que promovem discurso de ódio e fake news.

“Já retiramos do ar nossa mídia vinculada ao canal (de Olavo de Carvalho). As campanhas são automáticas. Mas sempre revisamos perfis e canais para negativar aqueles que divulgam notícias falsas e mensagens preconceituosas ou ofensivas”, afirmou a empresa pelo Twitter.

Para defensores do guru, inclusive o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, porém, a decisão do iFood é uma forma de censura contra pessoas de orientação conservadora.

Até o momento o app de delivery ainda não se manifestou sobre os protestos contra sua decisão.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana