Receitas

Bacon feito em casa é muito mais gostoso; confira a receita

Foto: Pedro Marques

por Pedro Marques, da Menu

Por experiência própria, garanto que fazer bacon em casa tem muitas vantagens. Durante um tempo, preparava o meu em um defumador pequeno e até fazia um pouco a mais para vender aos amigos.

O resultado é um tanto diferente de boa parte dos produtos à venda nos supermercados: o bacon fica menos salgado, mas mais saboroso, já que é possível acrescentar outros temperos.

Além disso, dá para usar peças de porco mais carnudas. Afinal, não há nada mais frustrante que comprar um pedaço de bacon cheio de gordura e pouca carne.

A boa notícia é que fazer bacon em casa é mais fácil do que se pensa, só demanda paciência. Isso porque um bacon bem feito precisa ser curado por pelo menos sete dias – é esse processo que vai dar sabor e a textura esperada.

Antes de colocar a mão na carne, seguem duas dicas:

1) É possível dispensar o sal de cura, tão usado nos produtos industrializados. Por outro lado, seu bacon não vai ficar rosadinho e vai durar menos tempo. Minha recomendação é usar, por uma questão de segurança alimentar, pois o sal de cura impede o desenvolvimento de bactérias e ajuda a conservar a carne.

2) Até dá para defumar o porco em um forno comum, mas sua casa vai ficar com cheiro de fumaça por alguns dias. Para contornar o problema, recomendo usar fumaça líquida (de boa qualidade, claro).

A receita a seguir é um bom ponto de partida para você fazer a iguaria em casa. Depois que pegar o jeito, você pode trocar ou acrescentar temperos de acordo com seu gosto.

Bacon artesanal

por Pedro Marques

Ingredientes
– 50 g de sal
– 50 g de açúcar mascavo
– 15 g de pimenta-do-reino moída
– 2 g de cravo em pó
– 2 g de sal de cura (opcional)
– 1 kg de barriga de porco com o couro, bem carnuda e limpa
– 1 colher (sopa) de fumaça líquida

Preparo
1) Misture bem o sal, o açúcar mascavo, a pimenta-do-reino, o cravo e o sal de cura em uma vasilha até obter um tempero homogêneo.
2) Coloque a barriga de porco em um saco plástico grande e esfregue bem o tempero no lado da carne da peça.
3) Feche o saco plástico e coloque a carne em uma vasilha.
4) Por causa dos temperos, a carne vai desidratar e soltar água. É importante que toda a carne fique sempre em contato com esse líquido com os temperos. Para conseguir isso, vire a peça uma vez por dia, durante sete dias.
5) Passado o tempo de cura, abra o saco e escorra totalmente o líquido da cura.
6) Como a carne ainda estará impregnada com os temperos, lave-a em água fria e esfregue bem para remover o excesso.
7) Coloque a carne de porco em uma tábua e seque-a bem com papel-toalha. Em seguida, leve-a à geladeira e deixe secar no ar frio por 24 horas.
8) Preaqueça o forno na temperatura mais baixa que puder.
9) Tire a carne da geladeira e pincele a fumaça líquida sobre a peça.
9) Leve o bacon ao forno e asse-o até que a gordura fique transparente e a carne fique com cara de bacon (você vai saber).

Para servir
1) Bacon saído do forno é uma delícia e você pode comer um pedaço carnudo com uma salada ou outro acompanhamento de sua preferência. Se não for comer na hora, deixe esfriar totalmente em lugar arejado e coberto com um pano bem limpo.
2) Embale bem o bacon em filme plástico e guarde na geladeira. Dura sete dias. Se não for usar tudo nesse prazo, pode dividir a peça em pedaços e guardar no freezer.

Rendimento: 1 peça de aproximadamente 700g
Preparo: 1 hora (+8 dias de geladeira)
Execução: moderada

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana