Noticias

Bares e restaurantes de SP terão que servir água de graça a clientes

Foto: iStock

da redação da Menu

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, sancionou nesta quinta-feira (10) lei que obriga bares e restaurantes de São Paulo a servir gratuitamente água filtrada para seus clientes. A obrigatoriedade, no entanto, só passa a valer em setembro de 2021.

+Situação de bares e restaurantes de SP é ‘dramática’, diz Abrasel
+São Paulo amplia horário de funcionamento de bares e restaurantes
+Jacquin detona projeto que libera mesas nas calçadas de SP

“Bares, hotéis, restaurantes, lanchonetes, padarias, cafeterias e estabelecimentos congêneres que comercializam água engarrafada na Cidade de São Paulo ficam obrigados a servirem Água da Casa a seus clientes, sempre que esta for
solicitada, de forma gratuita”, orienta a lei, publicada ontem no Diário Oficial da Cidade de São Paulo.

A oferta da “água da casa” precisa estar visível no cardápio dos estabelecimentos. Bares e restaurantes que desobedecerem a lei poderão pagar multa de até R$ 8 mil, caso haja reincidência.

O projeto de lei foi apresentado em 2015 pelos vereadores Adolfo Quintas (PSD) e Xexéu Tripoli (PSDB). Segundo os autores, a oferta obrigatória de água filtrada pode reduzir o uso de garrafas plásticas e ajudar na conservação do meio ambiente.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana