Bebida

Entenda a diferença entre entre vinho Reserva e Reservado

Foto: iStock

da redação da Menu

Reserva e Reservado são termos muito comuns nos rótulos de vinhos. Mas o que de fato eles significam? Para a sommelière e influenciadora Clara de Carvalho Phileto, as palavras são uma armadilha para leigos.

+‘Game of Thrones’ é inspiração para receita de vinho quente
+Exportação de vinhos italianos cai pela primeira vez em 30 anos
+Espanha prende quadrilha internacional de falsificação de vinho

“São bebidas completamente diferentes. Enquanto Reservado denota qualidade, a nomenclatura Reservado costuma ser usada nas garrafas de vinhos inferiores”, diz a especialista.

Segundo a sommelière, as denominações, em tese, ajudam a classificar os vinhos. Mas elas variam muito de acordo com o país produtor, o que pode atrapalhar quem ainda não tem muita intimidade com brancos e tintos.

“Me sinto muito incomodada com a expressão Reservado. Foi feita para confundir a cabeça do consumidor”, afirma.

“O termo Reserva é utilizado para vinhos mais complexos, superiores em qualidade, mais elaborados, feitos com uvas superiores e, em sua grande maioria, com passagens para amadurecimento em barricas de carvalho”, explica.

“Já os vinhos com a denominação Reservado, são inferiores, produzidos em larga escala, mais simples, sem estágio em barrica de carvalho”, acrescenta. Ou seja, se você quer caprichar na escolha da garrafa, evite os Reservados.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana