Noticias

Jovem usava comprovantes falsos para pedir comida sem pagar

Foto: iStock

da redação da Menu

A Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) de Teresina anunciou nesta quarta-feira a prisão de um jovem de 20 anos, suspeito de aplicar o “golpe do comprovante falso” para pedir pratos e vinhos caros em restaurantes da capital do Piauí.

+Golpe de “almoço grátis” por celular faz 100 mil vítimas em SP
+Golpe pelo WhatsApp promete Heineken de graça
+Cliente coloca pelos pubianos em comida para não pagar conta

“O suspeito e demais pessoas da associação criminosa fazem compras de alto valor e o pagamento seria feito por meio de transferência bancária. Acontece que eles criam um falso comprovante ou realizam um agendamento de transferência”, disse o delegado titular da DRCI, Anchieta Nery, ao site CidadeVerde.com, de Teresina.

Segundo Nery, os golpistas mandam uma imagem do comprovante para o vendedor e o estabelecimento, sem confirmar se o dinheiro realmente caiu em conta, acaba despachando os pedidos. Apenas em um restaurante, o prejuízo foi de cerca de R$ 1 mil.

O delegado afirmou ainda que o preso também aplicava esse golpe em lojas de de roupas e eletrônicos. Ele recomenda aos estabelecimentos que sempre confiram os valores antes de entregarem os produtos.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana