Noticias

Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa

Foto: iStock

da redação da Menu

A polícia prendeu uma mulher de 47 anos que fingiu ser uma agende do FBI, o serviço de inteligência norte-americano, para conseguir uma sanduíche de graça em uma loja da rede de fast-food Chick-fil-A, especializada em lanches com frango, localizada na cidade de Rockmart, no Estado da Georgia (EUA).

+Jovem usava comprovantes falsos para pedir comida sem pagar
+Golpe de “almoço grátis” por celular faz 100 mil vítimas em SP
+Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

Segundo a agência de notícias “Associated Press”, que obteve o boletim de ocorrência do caso, Kimberly Ragsdale ameaçou os funcionários da loja de prisão por não a obedecerem. Além de não entregar o sanduíche extra, os atendentes chamaram a polícia. O incidente aconteceu na quinta-feira passada (5).

Mesmo após a chegada dos policiais, Kimberly continuou afirmando que era uma agente do FBI. Ela alegou que não tinha um distintivo e que sua identificação era digital. Os oficiais, claro, não acreditaram na história e algemaram a mulher.

Depois de ser algemada, a golpista tentou enganar mais uma vez os policiais. De acordo com o boletim de ocorrência, “ela começou a falar com sua camiseta, como se estivesse conversando com alguém por meio de um rádio, e pediu para que alguém fosse ajudá-la na delegacia de Rockmart”.

Em entrevista a meios de comunicação dos EUA, Randy Turner, chefe da polícia local, disse que “você nunca verá um policial de verdade exigindo uma refeição de graça em um restaurante”.

“Se for oferecida (a comida), nós agradecemos. Se for com desconto, nós agradecemos. Mas não faremos exigências ou ameaças”, acrescentou.

Kimberly ficou detida até o último sábado (7) e foi liberada após pagar fiança no valor de US$ 3 mil (cerca de R$ 16 mil).

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana