Noticias

Restaurante oferece refeição grátis a eleitores arrependidos de Trump

Foto: iStock

da redação da Menu

O restaurante Pollo – A Gourmet Chicken, da cidade de Louisville, no Estado de Kentucky (EUA), está oferecendo uma refeição completa (entrada, prato principal e bebidas) aos eleitores do atual presidente do país, Donald Trump, que teve sua tentativa de reeleição frustrada pelo candidato democrata Joe Biden nas eleições deste mês de novembro.

+Vendas de bebidas alcoólicas dispararam nos EUA com vitória de Biden
+Trump afoga mágoas com fast-food e cheiro empesteia Casa Branca
+Trump diz que só aprovará ajuda a restaurantes se for reeleito

Mas há uma pegadinha: a refeição só será oferecida para os eleitores dispostos a se desfazer de camisetas, bandeirinhas, bonés e outras acessórios usados para apoiar o ainda presidente Trump.

Troy King e Selena Johnson, donos do restaurante, apoiaram abertamente a candidatura de disseram que a oferta não tem o objetivo de provocar os eleitores republicanos. “Queremos nos unir com os outros eleitores. Não fará diferença se tivermos Biden como presidente e não trabalharmos juntos”, disse King.

A promoção foi postada na página do Facebook do restaurante logo após a vitória de Biden e até o momento ninguém apareceu disposto a entregar seus badulaques de apoio a Trump, disse King ao jornal norte-americano “USA Today”.

Pelo contrário, uma pessoa ligou para King no domingo e o ameaçou, dizendo que “coisas ruins aconteceriam com ele” caso ele não tirasse o post do ar. A reação do dono do restaurante foi a oposta, porém. Agora, a promoção, que deveria acabar ontem (11), vale até o fim de novembro.

UPDATE: We just received our first threat this morning in response to this post/offer. First of all, we expected our...

Posted by POLLO - a gourmet chicken joint on Saturday, November 7, 2020

 

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana