Noticias

Russos terão que ficar 2 meses sem beber para tomar vacina contra covid

Foto: iStock

da redação da Menu

A população russa é a quarta maior consumidora de bebidas alcoólicas do mundo, com média de 14,5 litros por pessoa anualmente, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde.

+Chef detona influenciadores que pediram jantar grátis na pandemia
+Home office fez pessoas consumirem mais álcool, diz estudo
+Belo Horizonte proíbe consumo de álcool em bares e restaurantes

Para combater a pandemia de coronavírus, porém, os russos terão que fazer um esforço e deixar a vodca de lado por, pelo menos dois meses – é ainda mais tempo do que o exibido em um meme recente, que diz que é preciso se abster do álcool por 42 dias.

Segundo o órgão de vigilância sanitária do país, é preciso parar de beber pelo menos duas semanas antes de receber a vacina Sputnik V, que está em fase de desenvolvimento bem avançada. E, depois que a primeira dose for aplicada, será necessário aguardar mais 42 dias para voltar a tomar um shot de vodca.

O motivo, explica a agência governamental, é que o organismo precisa de tempo para se fortalecer e criar imunidade ao coronavírus. Também é importante evitar fumar durante o período para não causar danos ao pulmão, informaram as autoridades locais ao site “The Moscow Times”.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana