Noticias

Unesco declara cuscuz como Patrimônio Imaterial da Humanidade

Foto: iStock

da redação da Menu

O Comitê de Patrimônio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) declarou nesta quarta-feira (16) que o cuscuz, alimento fundamental em vários países do Oriente Médio, é Patrimônio Imaterial da Humanidade.

+Baguete francesa pode virar patrimônio da Unesco
+Prepare em casa a tainha com cuscuz marroquino de ovas

Para conceder o título de Patrimônio Imaterial da Humanidade, a Unesco levou em consideração a importância das práticas e das tradições relacionadas ao preparo e ao consumo do cuscuz.

A decisão foi tomada em reunião do comitê realizada por videoconferência, que avaliou um pedido apresentado em conjunto por Argélia, Mauritânia, Marrocos e Tunísia, de acordo com informações da agência France Presse.

Esses países destacaram a relevância cultural do cuscuz, que é consumido por praticamente toda a população e em diversas circunstâncias, tanto em pratos do dia a dia quanto em refeições festivas.

No Brasil, o prato é chamado de cuscuz marroquino e é feito com sêmola de trigo. Ele é cozido em uma cuscuzeira e pode ser servido com ensopados ou como uma salada fria com legumes.

Também são consideradas Patrimônios Imateriais da Humanidade as culinárias mexicana, japonesa e francesas, a comida de rua de Singapura e outras tradições gastronômicas.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana