Noticias

SP derruba liminar e volta a proibir bebidas alcoólicas após 20h

Foto: iStock

da redação da Menu

Após apresentar recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF), o governo de São Paulo conseguiu derrubar a liminar que liberava a venda de bebidas alcoólicas no Estado depois das 20h. As informações são do site “G1”.

+Liminar libera venda de bebidas alcoólicas após às 20h em SP
+Governo de SP reduz horário de funcionamento de bares
+Proibição de bebidas alcoólicas em BH tem protestos e ações judiciais

Com isso, volta a valer o decreto 65.357 de 2020, expedido na sexta-feira (11), que prevê lei seca no estado à noite para prevenir a propagação da covid-19.

Na segunda-feira (14), a seção de São Paulo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SP) conseguiu na Justiça a liminar que liberava a venda de bebidas alcoólicas depois das 20h.

A decisão foi tomada pelo presidente do STF, Luiz Fux, e publicada nesta quinta (17). Ele atendeu a pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que argumentou que a suspensão da venda de álcool visa coibir aglomerações e conter a alta nos casos de coronavírus em todo o estado.

Assim, os bares só poderão funcionar até as 20h, enquanto os restaurantes poderão continuar trabalhando até as 22h – a venda de bebida alcoólica, porém, só poderá ser feita até as 20h.

“O setor recebe a noticia com pesar, pois os restaurantes estavam esperançosos, planejando pacotes especiais incluindo vinhos entre outras bebidas, para oferecer como opção de comemoração para o fim do ano, com a possibilidade de aumentar um pouco o faturamento”, afirmou Abrasel-SP em nota.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana