Noticias

Tereré ganha status de Patrimônio Imaterial da Humanidade

Foto: iStock

da redação da Menu

A Unesco declarou nesta quinta-feira (17) o tereré, a tradicional bebida de ervas do Paraguai e também bastante consumida no Mato Grosso do Sul, como Patrimônio Imaterial da Humanidade.

+Unesco declara cuscuz como Patrimônio Imaterial da Humanidade
+Italianos brigam por pizzas preparadas em fornos elétricos
+Baguete francesa pode virar patrimônio da Unesco

A decisão foi motivo de comemoração no país vizinho, informou reportagem da agência de notícias “France Presse”.

“Estamos emocionados pelo reconhecimento que representa um orgulho para todos os paraguaios e os estrangeiros que se adaptaram rapidamente aos nossos costumes”, disse o ministro da Cultura, Rubén Capdevila, em declarações à imprensa.

Similar ao chimarrão consumido quente no Sul do Brasil, o tereré é uma infusão de ervas refrescantes (pojá ñaná, em idioma guarani), mas é preparado com água gelada. Também deve conter erva-mate, planta originária da América do Sul.

Diferentemente de outros países da região, como Argentina, Uruguai e Brasil, o mate quente é consumido apenas antes do café da manhã ou à tarde, na hora do chá.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana