Noticias

Coleção de vinhos do maior mafioso dos EUA é colocada à venda

Foto: Wikimedia Commons

Conhecido como o “Mafioso Elegante”, John Gotti foi o maior chefe da máfia da cidade de Nova York, liderando a família criminosa Gambino durante décadas. Sua trajetória é tema de vários documentários sobre a máfia norte-americana e ele é inclusive mencionado na premiada série “The Sopranos”.

+Do gim ao vinho, confira 10 drinques com tônica para se refrescar
+Quarentena faz venda de vinhos aumentar 31% em 2020
+Polícia impede roubo de vinhos avaliados em R$ 3 milhões na França

Como era de se esperar de um elegante mafioso, Gotti, que morreu em 2002, na prisão, tinha uma respeitável coleção de vinhos – e 36 garrafas da invejável adega agora estão à venda na loja Enoteca LIC, em Nova York, cortesia de John Gotti Junior, filho do criminoso.

De acordo com o “The New York Post”, entre os vinhos à venda estão nove garrafas do cobiçado Pétrus (uma delas, da safra de 1982, está avaliada em US$ 9.200 ou cerca de R$ 50 mil), uma garrafa do Château Lafite Rothschild de 1983 (US$ 3.250/R$ 17 mil) e um exemplar de 1983 do Domaine de la Romanée-Conti Grands-Échezeaux (US$ 6.200/R$ 33 mil).

Todos os rótulos têm um certificado comprovando que eles pertenceram ao famoso mafioso. “Esses vinhos são um pedaço vivo da história. Você não conseguirá uma garrafa dessas em qualquer outra loja”, disse Tony D’Aiuto, proprietário da Enoteca LIC. Segundo D’Aiuto, todo o dinheiro obtido com a venda dos raros vinhos será revertido para a caridade.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana