Bebida

Cervejas no Brasil estão entre as mais baratas do mundo, indica ranking

Foto: iStock

Talvez você não concorde (ainda mais depois de pagar a conta do bar), mas as cervejas no Brasil estão entre as mais baratas do mundo, afirma o World Beer Index 2021, estudo que usou dados do ano passado para determinar o preço da bebida em 58 países.

+Arqueólogos descobrem cervejaria de 5.000 anos no Egito
+Militares compraram picanha e cerveja com dinheiro público
+Pandemia e auxílio emergencial fazem brasileiro beber mais cerveja

De acordo com o levantamento feito pelo site de educação financeira Expensivity, a cerveja mais cara do mundo está no Qatar, onde uma garrafinha de 330 ml custa, em média, US$ 11,26 (cerca de R$ 60). Jordânia, China, França e Suíça completam o top 5 dos países que mais cobram por uma gelada.

O Brasil, por sua vez, está em um distante 46º lugar: uma cerveja de 330 ml por aqui sai por US$ 2,52 (R$ 13,6). Já a geladinha mais em conta do mundo pode ser encontrada na África do Sul por meros US$ 1,68 (R$ 9).

Para chegar a esses valores, foi feita uma média entre o preço de uma garrafinha em supermercados (mais baixos, em tese) e o valor desembolsado em hotéis (que costumam cobrar mais) pela bebida.

O estudo revela também que, em 2020, o Brasil ficou em 13º lugar em termos de consumo, com 277 cervejas per capita. Para matar a sede, os brasileiros gastaram cerca US$ 700 (R$ 3.800).

Não é pouco, mas falta um bom tanto para alcançar a República Tcheca, que registrou consumo per capita de 468 garrafinhas no ano passado, e ficou com o posto de maior bebedor de cervejas do mundo.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana