Bebida

Cervejarias do Paraná interrompem produção para doar cilindros de oxigênio

Foto: iStock

Insana, Formosa e SchafBier, três cervejarias do sudoeste do Paraná, decidiram interromper parte de suas produções por uma causa nobre: elas doaram cilindros para envasar oxigênio, insumo que está com alta demanda para tratar pacientes que contraíram covid-19 na cidade de Clevelândia, a 414 km de Curitiba, capital do Estado.

+Cervejas no Brasil estão entre as mais baratas do mundo, indica ranking
+Arqueólogos descobrem cervejaria de 5.000 anos no Egito
+Militares compraram picanha e cerveja com dinheiro público

De acordo com reportagem do portal “UOL”, as doações foram realizadas no fim de semana, com a entrega de 17 cilindros – sendo três de 1 kg, três de 7 kg e outros 11 de 10 kg.

Com as doações, o Hospital Regional Estadual de Clevelândia, que contava com 40 cilindros, agora conta com quase 60 no tratamento contra a covid-19. Os equipamentos doados pelas cervejarias tiveram que passar por higienização para operarem no hospital de Clevelândia.

“Os cilindros estão sendo levados para a distribuidora para o envasamento do oxigênio. O produto não está em falta, o problema é a falta do cilindro, o que gerou a campanha”, explicou o diretor da 7ª Regional de Saúde do Paraná, Anderson Nezello.

De acordo com informações oficiais, o Paraná contava com 97% de ocupação dos leitos exclusivos para covid-19 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva). Clevelândia, que tem população de 16 mil habitantes, tem 1.222 casos confirmados, sendo 894 recuperados.

Segundo o governo do Paraná, a covid já atingiu 6,5% da população do estado. Desde o início da pandemia, o Estado registrou 752.801 casos de contaminações e 13.385 mortes pela doença.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana