Noticias

Estudo lista 6 comportamentos alimentares preocupantes na pandemia

Objetivo é reduzir o desperdício de alimentos (Foto: iStock)

Cientistas da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, fizeram estudos para entender a relação entre estresse, sofrimento psicológico, dificuldades financeiras e mudanças no comportamento alimentar durante a pandemia.

+Família encontra cobra venenosa em alface
+Promoção oferece cerveja para quem se vacinar contra covid nos EUA
+Galã da Globo encontra jeito inusitado para distribuir comida a vizinhos

A pesquisa registrou seis comportamentos considerados preocupantes e nada saudáveis: comer e petiscar sem pensar, maior consumo de alimentos, diminuição generalizada do apetite ou consumo nutricional, comer para lidar com os acontecimentos, redução no consumo nutricional relacionada à pandemia e um ressurgimento ou aumento considerável dos sintomas de transtorno alimentar.

Aproximadamente 8% dos 720 entrevistados disseram ter comportamentos extremos de controle de peso prejudiciais à saúde. Foram coletados dados qualitativos e quantitativos, entre abril e maio de 2020 e o resultado foi publicado no último dia 15 de março no periódico International Journal of Eating Disorders.

E, dos comportamentos detectados pela pesquisa, o transtorno alimentar é o mais temido porque mata aproximadamente 10.200 pessoas por ano nos Estados Unidos, ou seja, uma morte a cada 52 minutos.

Outra preocupação dos pesquisadores é que a maioria dos jovens adultos participantes são de diferentes etnias e são de baixa renda. “Para garantir que as desigualdades de saúde não aumentem, nós precisamos identificar as necessidades dessas populações”, alerta a coautora Dianne Sztainer.

(*)da redação Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana