Noticias

Estátua de lula gigante causa polêmica em cidade no Japão

Foto: Reprodução/YouTube

A cidade litorânea de Noto (Japão) está envolvida em uma polêmica por causa da construção de uma estátua de lula gigante, feita para atrair turistas e divulgar seus restaurantes especializados no animal marinho.

+Erro faz pescadores de RN perderem atum raro de R$ 140 mil
+Aprenda a fazer em casa okonomiyaki, a panqueca japonesa
+Animação traz bolo de chocolate feito com Lego; assista

Além do gosto duvidoso, a prefeitura de Noto está sendo criticada por ter construído a lula gigante com parte da verba que deveria ser usada para combater a pandemia do novo coronavírus.

A cidade recebeu do governo federal japonês uma ajuda financeira equivalente a US$ 7,31 milhões (cerca de R$ 39 milhões) para combater a covid-19. O “monumento”, por sua vez, custou US$ 274 mil (cerca de R$ 1,5 milhão), informa reportagem da Reuters.

Com 13 metros de comprimento, 9 metros de largura e 4 metros de altura, a estátua simboliza a gastronomia local, que tem como destaque as lulas pescadas na costa do Japão.

De acordo com os vereadores de Noto, a estátua vai ajudar a trazer os turistas de volta para a cidade, uma das principais fontes de renda do local – como em muitos outros lugares ao redor do mundo, o turismo praticamente acabou por causa da pandemia.

A estratégia foi criticada nas redes sociais. Usuários destacaram que o dinheiro seria mais bem utilizado em questões urgentes, como a contratação de mais médicos e a compra de vacinas.

A pandemia de covid-19 continua em alta no Japão, segundo a Reuters. As regiões metropolitanas de Tóquio, Osaka e Kyoto, por exemplo, estão em estado de emergência até o próximo dia 11.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana