Noticias

Nestlé reconhece que 63% de seus produtos não são saudáveis

Nestlé reconhece que 63% de seus produtos não são saudáveis
Nestlé reconhece que 63% de seus produtos não são saudáveis / Foto: iStock

A maioria dos alimentos produzidos pela gigante Nestlé não são saudáveis. A informação consta de um documento elaborado pela própria empresa, que foi divulgado pelo jornal norte-americano “Financial Times”.

+Ex-BBB Mayra Cardi é acusada de incentivar transtorno alimentar
+Mais de 50% dos petiscos “saudáveis” têm muito sal ou gordura, diz estudo
+Frituras aumentam risco de infarto em 28%, afirma novo estudo

Segundo o relatório, 63% dos produtos da companhia nunca serão saudáveis, “não importa o quanto modificarmos sua fabricação”. Apenas 37% dos itens da marca podem ser classificados com benefícios para a saúde.

A categoria de bebidas é a mais preocupante: 96% dos produtos não podem ser classificados como benéficos à saúde. Já no segmento de alimentos, 70% dos produtos não são considerados como saudáveis.

Para chegar a esse resultado, a Nestlé se baseou um sistema internacional de classificação. Somente os itens “água” e “laticínios” tiveram melhor pontuação, respectivamente com 82% e 60% dos produtos.

Metade da receita da empresa suíça equivale a venda dos ‘não saudáveis’: cerca de 93 bilhões de francos suíços (US$ 103 bilhões, ou R$ 537 bilhões). Produtos da linha Hot Pocket e o Nesquik de morango receberam as piores notas.

Em sua defesa, a Nestlé disse ao “Financial Tiames” que está atualizando seus padrões internos de nutrição e que reduziu em até 15% a quantidade açúcares e sódio nos alimentos e bebidas nos últimos sete anos.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana